Bem Vindos

Bem Vindos
Olá, bom se você está chegando agora por aqui, lhe aconselho a sair,mas se você se quiser mergulhar em contos e crônicas de uma jovem dramática que está descobrindo o mundo agora, está no lugar certo! Jéssica é cheia de sonhos e desejos, e como uma boa escorpiana, é teimosa, e cheia de romantismo, criou isso aqui para ser o seu único refúgio do mundo lá fora.

Seguidores

Facebook

Instagram

Colaboradora Jackeline Neves

Aquariana, 18 anos. Apaixonada pela vida. Personalidade forte, super determinada. Estudante de psicologia. Sonho tenho muitos mas o maior deles é ajudar as pessoas com minha profissão.
quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Dia 22 de fevereiro

00:31 do dia 22 de fevereiro.
Foto retirada do Google

E eu já assistir duas comédia romântica daquelas bem clichês,
Que a protagonista leva um pé na bunda e passa um tempo sofrendo,
E quando ela ta melhor, o ex volta, e ela já é autossuficiente não precisa dele pra nada,
Já tomei um vinho inteiro,
Meu pai vai me mata quando acorda e ver que sua garrafa de vinho está vazia,
Vazia igual minha cama sem você no dia de hoje,
Vazia igual meu coração que está chorando,
Na minha playlist só esta tocando nossa música.
Eu estou sufocada e preciso escrever sobre eu, e você.
Peço desculpa, sei que já faz um tempo, e que agora você tem ela,
Peça desculpa pra ela por mim, nunca quis, e nem vou meter na história de vocês dois.

E que quando o relógio deu meia noite, e calendário mudou do dia 21 ao 22 de fevereiro,
As lembranças de nos dois vieram a tona tão forte que uma lagrima escorreu do meu rosto
E de repente começou a toca "última volta"
Eu odeio o destino, e a mania de toca as nossas músicas no momento errado.

Te deixei confuso? Eu sei!
Eu estou tentando entender também.
Estou voltando no tempo com meus pensamentos,
E me perguntando por que eu não lutei por você.
Lembra quando tudo acabou? Eu lembro!
E revivo essa história todo dia em meu pensamento,
Pra tentar entender aonde nós nos perdemos, 
Quando deixamos uma mentira destruir nós dois?
Aonde eu deixei me levar pelos outros, mesmo sabendo que tudo era mentira.
Porque eu achei que se eu voltasse a te assumir ira perder todas as pessoas que eu amava,
Se elas realmente me amasse iram entender.

Eu não lutei por você! 
E você me deu oportunidade de lutar, eu sei, fui covarde!
Era pra eu ter ido atras de você,
Sua a casa é o caminho que eu faço todo dia quando volto do trabalho,
Eu confesso que é na esperança de esbarrar com você.

Por que eu não implorei pelo seu amor,
Eu não devia ter te deixado ir,
Não devia ter deixado você se apaixonar por ela,
Era pra eu ter dito as palavras que estão engasgada na minha garganta:
"EU AINDA TE AMO, E SEMPRE TE AMEI!"
É, eu te perdi!
E hoje doí mais do que os outros dias.

Por isso resolvi escrever pra você,
Na esperança de que as lagrimas sequem,
Na esperança que o dia 22 de fevereiro, passe rápido.
Estou sendo fraca, é, eu sei, 
Não combina com a mulher forte que não se apaixona fácil,
E que é totalmente desapegada,
A mulher que eu tento manter desde do dia que você se apaixonou por ela,
A mulher que eu faço questão de mostra que superou para os nossos amigos,
A mulher que vira varias tequilas no bar, que rir, que dança em cima da mesa,
Mas aquela que também olha o celular dez vezes pra saber se você mandou alguma mensagem,
Ou se ao menos ligou, eu chego até discar seu número, mas desisto no primeiro toque.

Desculpa, eu não devia está te escrevendo,
Muito menos essa hora,
E que eu só estou me perguntando se você lembra que dia é hoje?
Se você ainda lembra de mim, nem que seja por um breve segundo.
Lembra?
Não, né!? Eu imaginei.

Você lembra dela,
Enquanto estou aqui fazendo o papel de boba,
Você deve esta com ela  dormindo nos seus braços, agora,
Ela deve ter gemido em seu ouvido, antes de pega no sono.
Vocês já usaram vendas? Gel? Spray? Já bebeu Skol Beats nela?
Eu prefiro a Beats invés de leite condensado.
Não sei porque to confessando isso,
Desculpa, meus pensamentos viajaram agora.

Eu sei que ela te fez esquecer de mim, de uma forma rápida, mas fez.
Eu sei que  é a calcinha dela que hoje molha com seus beijos
E que você não lembra que há dois anos você me fazia uma promessa,
A promessa do pra sempre, 
Que foi quebrada desde do dia que EU preferir acreditar numa mentira,
Mesmo sabendo a verdade,  você nunca me trairia.

É ela tinha razão:
Eu me arrependi de ter deixado você ir.
Eu me arrependi,
E quando me dei conta eu já tinha perdido o cara mas maravilhoso desse mundo,
E já era tarde.
Você deve ta assustado agora,
Não pelo fato de eu confessa está arrependida,
E sim, pela confissão de que eu e ela já conversamos.

Sim, eu já conversei com ela!
Garota até é legal,
Ela não tem culpa de nada, não tem porque eu odiar ela,
Se foi eu que perdi você.
E, não! Não, se assuste,
Eu não disse nada sobre a gente,
Eu entendi o lado dela
Quando ela veio me procura só estava com medo de te perder,
E foi ali que eu entendi que na verdade eu tinha perdido o jogo e deveria sair de cena. 

Enfim, sem prolongas,
Só queria te lembra que há dois anos
Você se ajoelhou no chão da minha faculdade
E prometeu cuida de mim,
E que há dois anos hoje você não ta aqui,
A cama ta vazia, a sua taça de vizinho também.
Não tem eu nos seus braços, nem cafuné até eu dormir,
Mas não se preocupe eu vou fica bem, afinal a escolha foi minha,
E você? Continue ai, acariciando os cabelos dela, amando ela.
Só tenho um último pedido caso, eu passe da conta hoje e acabar te ligando,
Não me atenda
Prefiro a rejeição, do que a frieza da sua voz.

Obrigada por me prometer proteção, e me deixar sozinha há exatamente dois anos!




NOS ACOMPANHES NAS REDES SOCIAIS:

Gostaram do textos chuchus?
Deixem seus comentários ou entrem contato conosco,
para sugestões, reclamações, elogio, e parceria.
domingo, 14 de outubro de 2018

Beijo de Molhar Calcinha


Hoje eu pensei em você, e o engraçado que como antes
minha calcinha molhou eu fiquei toda arrepiada
e sorrir mesmo que por um instante,
porque logo depois me obriguei a te odiar.
Odiar por me fazer sente saudades da boca e do corpo que hoje já não é mas meu,
Odiar porque mesmo que eu me perca em outra boca, outro corpo, é o seu meu favorito,
E o seu que quero, é o seu que comparo, e é o seu que me deixa molhada
a ponto de discar teu número para te ligar, mas não ligo.
Eu prefiro troca a calcinha do que me humilhar pra ter você só mais uma vez.
Uma única vez
Para me fazer sorrir com seus beijos em meus pescoço,
me fazer desfalecer com a tuas mãos em meu corpo
Me fazer gemer com sua boca em todas extensão da minha barriga
e me fazer um oceano com seus beijos em minha boca.
Você sempre será o meu beijo furacão
O beijo que arrepia o meu corpo, minha pele, minha alma, e meu coração
E mesmo que eu negue para o mundo e diga olhando no seus olhos que não te amo mais.
Eu estou apenas enganando a mim mesma.
Pois é o seu beijo que eu procuro em todas as bocas,
é seu rosto que eu quero acariciar
e nos teus braços que eu quero me afogar, me derreter, te amar.
E nós teus braços que eu quero dormir depois de matar a minha vontade
E é desse beijo que molha a minha calcinha que eu sinto a falta,
Mas é tarde, o beijo hoje não é mais meu, não é mas minha calcinha que molha por conta dele,
e eu não culpo, não julgo, nem a você, muito menos a dona da nova calcinha molhada.
afinal foi o meu orgulho bobo que falou mas alto,
foi meu orgulho que preferiu naquela briga troca a calcinha ao invés de se entregar,
E hoje é o mesmo orgulho que tenta em outro braços, bocas a calcinha molhar.



Nos Acompanhe Nas Redes Sociais
quarta-feira, 13 de junho de 2018

Se eu pudesse volta a um ano atrás


Se eu pudesse volta ao dia 07/12/16, eu pudesse falar comigo mesmo, eu diria pra aquela menina que deve está toda arrumada se olhando no espelho para ela, para um pouco, pois o que ela sempre sonhou vai acontecer, e que aquela formatura vai mudar a vida dela.
Eu diria pra ela que essa será a primeira vez que ela vai tomar cerveja, e vai odiar, que o carinha que ela tá flertando não vai ser o cara que ela vai beija no fim da noite. 


naquela noite ela vai se envergonha quando alguém disser pra ela que ela deu um fora nele, no app de relacionamento.
Ela vai se emocionar porque no meio da comemoração de formatura de seu amigo, no telão vai passar a homenagem prós jogadores da Chapecó, e o carinha cheiinho do seu lado vai nota uma lágrima se formando nos olhos da mulher madura que ela tá tentando mostra para os amigos mais velhos do que ela. Afinal aquilo era uma formatura, e agora que ela tava entrando pra faculdade.
 
Queria dizer pra ela que no meio da noite depois do segundo copo de cerveja ela vai está animada, e tonta, e que o carinha cheiinho que ela estava do lado, o mesmo que ela deu um fora nele a seis meses atrás no app de relacionamento. Vai criar coragem e pedir o seu número, e por conta da bebida, e de esquecer que ela tinha dado um fora nele, ela vai dar.
E os dois vão passar a noite inteira um do lado, do outro mais se comunicando pelo whatsapp.

Preciso dizer pra ela, agora!
pra ela não deixar ele elogiar as pernas dela,
e nem dizer que ela chamou atenção dele,
Na cerimônia com sua saia preta colada,
e suas belas coxas malhadas,
mal sabe ela que um ano depois essas coxas não estarão tão malhadas assim,

Graças aquela noite ela vai emagrecer o que não precisa perder.

Se eu pudesse falar com ela, diria para ela recusa
E fazer um escândalo com o beijo roubado, não ela aceitar!
ele não pode beijar ela, e destruir o seu belo coração de menina mulher!

Na verdade, eu não vou mudar, e nem posso!
Vou deixar ele beijar ela,
E mal saberá ela que esse beijo que deixou ela excitada,
Vai ser difícil dela esquecer!

Queria dizer pra ela que depois da pegação dos dois no fim da festa
De ela chegar em casa beba e dormir,
amanhã ele vai tá na casa dela, eles vão se beijar de novo,
e da ir em diante, o beijo de molhar a calcinha vai ser o seu preferido.

Se eu pudesse volta pra essa garota eu diria,
Capricha mais menina.
Ainda tá sendo pouco,
você vai conquista um amor nessa noite.
Que vai te trazer emoções e histórias que cê nem imagina.
Mas que não ficará pra sempre.
Se eu pudesse volta a um ano atrás,
diria pra ela, que ela viveria uma montanha russa,
cheia de surpresas, brigas, intrigas, choros, carinhos, amor e alegria.

Se eu pudesse dizer pra ela que o beijo de molhar a calcinha,
Será o beijo que fará com que ela chegue ao êxtase em 4 paredes.
Você vai ter orgasmos múltiplos, menias.
gozará da vida de uma forma que nunca imaginará

É, menina, aquela sua última transa no qual você se arrependeu,
nada se compara com esse carinha, 
que fará com que você perca a vergonha,
e fique de pernas bambas, vem um beco sem saída,
aonde para não é a melhor forma, mas continuar te trará destruição.

Eu também diria pra ela, que vai ter noite que ela vai chorar
e que a um ano dessa festa ela não será mesma menina que ta se arrumando.
Ela estará sendo mais mulher e que a história linda que eles tiveram juntos não chegará a comemora um ano.

Eu diria pra ela que ela será grata a ele o resto da vida,
por ele ensinar a ela o que é o amor, o que é ser amada.
Diria pra ela que ela ainda vai sofrer tanto que os dias delas serão sem luz graças a esse mesmo amor de beijo que molha a calcinha. 

Diria pra ela, que o fim deles será inevitável,
 mais servirá para o aprendizado de ambas partes.
Que vocês serão muitos felizes, enquanto durarem.
Mas que não duraram pra sempre.

Também diria pra ela que um ano depois ela não estará com a mesma disposição de ir a uma festa, e que a garota que saiu de casa com o coração perfeitamente intacto a um ano hoje estará com seu coração dilacerado sem luz, mais grata por ter vivido a esse amor .

Então se eu pudesse volta ao dia 07 de dezembro de 2016, um ano atrás diria pra mim mesmo não fazer nada diferente e apena viver essa montanha russa cheia de amor. Mesmo o final não sendo o feliz pra sempre.
Porque tombos são importante para aprendemos a seguir enfrente. 





.
Nos acompanhe nas redes sociais:
ASK.FM// TWITTER // FACEBOOK // INSTAGRAM 

Mas Jeh? aonde eu posso encontra a boya da foto?
na loja virtual @so_presentes_stm
terça-feira, 5 de junho de 2018

Meu Único Refúgio, e desabafo.

Oi meus xuxizinhos, dessas esferas de bloggers, quanto tempo?
Me deu nostalgia e resolve escrever pra vocês. Primeiro eu gostaria muito de agradecer todos os que continuam seguindo o blog, mandando e-mail, e visualizando.
Hoje mais do que nunca preciso de vocês, meu único refúgio.
E engraçado como a vida muda durantes esse 1 ano e 6 meses que eu não escrevo por aqui.
Vocês não imaginam como a Jeh dramática, mudou durante esse tempo, vocês não tem noção de como amadurece. Mas vou tentar conta pra vocês: vamos lá, o namoro no qual eu comentei no post do dia 22/04, chegou ao fim depois de um ano, foram um ano de aprendizagem, amor, confiança, mas infelizmente não deu certo.
E continuamos na fase solteira guerreira a quase 7 meses, continuo estudando economia, e tô amando, embora esteja muito atolada de matérias, afim reta final, arrumei meu primeiro emprego desde do ano passado, hoje faço algo que nunca imaginei fazer dou aula de informática educativa pra uma escola municipal, e amo muito isso tudo. fora isso, e com tudo isso hoje eu vim escrever (não prometendo a retomada do blog, mas resolve falar de algo que tá me incomodando, e pode ser que possa ajuda que tá aí do outro lado da telinha) sabe de todos os dramas falados aqui no blog, hoje vim falar da pior dor que já senti na vida:

No dia 13/05/2018 (no dia das mães) eu perdi a minha avó paterna, (quem acompanha o meu snap/insta/Facebook) sabe como eu era grudada com ela, como sou louca pelas minhas avós.
Minha vida está totalmente mudada, eu tava me amando, diria na melhor fase da minha vida, conhecendo gente novas, amigas que eu jamais imaginei ter uma proximidade, saindo, conseguindo superar um fim de relacionamento conturbado, tudo andava em paz, até que a vida nos pregou uma peça, um telefonema, gritaria, choros, "é um tua avó não tá bem, " horas de agunia, e tentando buscar uma explicação " cadê ela? Porque isso?" " Ela tava bem, ela vai sair dessa."
Horas e horas de agunia, conseguir dormir, e acordei, assustada mamãe tava no meu quarto perguntando se tava bem, meu celular tinha uma ligação perdida era meu pai, mamãe me olhava e não precisava me dizer: eu tinha acabado de ganhar um anjo no céu, e naquele momento eu iria sentir a maior dor mundo, eu não conseguia falar, eu só chorava, e ouvia "você tem que ser forte" "pelo teu pai," eu não sabia da onde eu ia tira tanto força, mas eu chorava e via que naquele momento eu estava vivendo a maior história de amor, aquela que aqui no blog eu sempre sonhei, uma história de amor, a distância, eu acabava de perder um amor pro céu, naquela madrugada eu abri a janela olhei pro céu, e parecia coisa do outro mundo chovia, mas as nuvens negras davam passagem pra nuvens brancas, um encontro, o encontro do meu avô com minha avó, ele tinha vindo busca ela no dia que ele deixou ela, há 34 anos atrás, eu não entendi, só sentia, um vazio uma dor, e a pergunta era "pq vovó? A senhora prometeu ir pra minha formatura de vestido vermelho, e ainda falta 3 semestre, e senhora não vai tá lá" horas não passava, a noite chegava, eu tive medo do que podia acontecer no outro dia, de como eu iria suporta ver alguém que eu amo no caixão, engraçado como eu só procuro escrever pra vocês quando estou triste, mas que é difícil descrever a alegria, e pra mim esses quase um mês tem sido difícil descrever a tristeza, tu tem que ser forte, dizia um, outro me abraçava e dizia tô aqui? Aqui?  Aqui aonde?

E não é uma ou outra noite que eu acordo chorando, lembrando do velório, enterro, não tem um dia que eu não consigo desabar. Mas por que tô contando tudo isso pra vocês?
Por que hoje eu vi a necessidade que preciso ter de coloca tudo isso pra fora, de deixar sentir, deixar chora, não ser forte, e sofrer o luto, pra pode seguir enfrente, e difícil, mas a necessidade de falar da minha dor hoje foi pra mostra que o caminho não é tentar se matar pra reencontra o viver com essa dor, o caminho é tentar reencontra quem amamos e perdemos atrás da luz, do pequenos detalhes e sentindo, da religião de cada.

É muito difícil falar quando não se sabe a dor da outra pessoa, mas coloca pra fora é o necessário pra tudo isso, eu só percebi isso essa noite quando me vir sozinha, agoniada sem poder respirar, como se os piores pensamentos passasse por mim, e era mas fácil os pensamentos suicidas vencer do que a fé de cada um, eu acredito todo dia que acordo e olho pro céu que atrás daquelas nuvens eu tenho alguém me acompanhando, eu acredito muito.
Nisso, talvez por isso que não vejo a necessidade de tentar chegar lá, e difícil, seguidor é difícil, mas é impossível entendemos os planos de Deus. Como falei no começo desse post eu estava tão bem, vivendo diria que a melhor fase da minha vida, minha avó estava bem.
E em 24hrs tudo se tornou um pesadelo, mas não é por isso que deixaremos que a dor escuridão da perda nos deixa cega, a ponto de não conseguimos encontrar a saída.
Esse é mais um post desabafo, o que é estranho pq eu sempre odiei qualquer tipo de exposição aqui. Mas só achei necessário desabafar com você, pra que você sabia que independente da pequena ou grande perda, do vazio que está em seu coração. A vida ela é maior que tudo, e o tempo é como sempre disse aqui o tempo é o nosso refúgio.





O blog está voltando de pouco, deixei um post programado aqui pro dia 13/06/2018
Não desistam de mim:

Nos acompanham nas redes sociais: