Bem Vindos

Bem Vindos
Olá, bom se você está chegando agora por aqui, lhe aconselho a sair,mas se você se quiser mergulhar em contos e crônicas de uma jovem dramática que está descobrindo o mundo agora, está no lugar certo! Jéssica é cheia de sonhos e desejos, e como uma boa escorpiana, é teimosa, e cheia de romantismo, criou isso aqui para ser o seu único refúgio do mundo lá fora.

Seguidores

Facebook

Instagram

Colaboradora Jackeline Neves

Aquariana, 18 anos. Apaixonada pela vida. Personalidade forte, super determinada. Estudante de psicologia. Sonho tenho muitos mas o maior deles é ajudar as pessoas com minha profissão.
sexta-feira, 22 de março de 2019

Perder meu "Amante" doeu mias que perder meu AMIGO

Foto Retirada do Google

Você foi frio e ai eu descobri que ainda te amava,
E que nesse momento nossa história chegava ao fim,
Eu hesitei até ter coragem em te ligar,
Usei o celular da minha melhor amiga
Tinha medo da rejeição e de ouvi sua voz pela primeira vez depois de um longo tempo.

Temia a rejeição e ela veio,
Logo depois do seu “oi”
E da minha resposta que foi “oi, é a Sabrina!”.
Sua voz mudou sentir uma respiração funda e fria do outro lado
Como se você tivesse lutando pra não desligar o celular na minha cara
Juro ia doer menos se isso acontecesse,
Eu talvez te odiasse, e não sofreria como estou sofrendo agora,
Você não me fez mal e quando te contei o que me magoava
Você me disse “boa sorte com isso você vai precisar”
E isso destruiu meu coração em vários pedaços.
Aquela cicatriz que estava cicatrizada, pelo menos eu achei que estava,
Começou a sangra novamente como se os pontos abrissem
E a ferida que até então estava curada voltou a inflamar de novo.

Eu esperava um: “esta tudo bem?” “você vai fica bem!”.
Ou um simples “pode conta comigo”
Você que me prometeu lembra há dois anos
Antes mesmo de sermos namorado,
E continuou fazendo essa mesma promessa depois que tudo acabou,
Lembro como se fosse hoje:
“eu vou cuida de você Sabrina, e te proteger estando ou não com você”.
E o que você fez hoje foi o inverso
Hoje você quebrou sua promessa e meu coração que sempre defendeu você,
Sempre defendeu a nossa amizade
E é por isso que me pergunto aonde nós nos perdemos tanto?

Ouvi das minhas duas melhores amigas a resposta
Que eu sei que é certa mais que eu não queria ouvi ou admite,
Uma falou olhando nos meus olhos, aqueles olhos verdes tão conhecidos por mim:
 “ele superou mana!” a outra completou “ele te amou muito, mas hoje não ama mais”
E as duas como couro que fez meu coração sangrar ainda mais disseram: “acabou!”.

E eu queria apenas chorar, mas segurei o choro,
Não me permitiria chora por você mais uma vez,
Eu já tinha chorado varias vezes, e isso tinha sido há um ano.
Então porque aquilo me feria tanto?
Fazia-se tanto tempo que nossa historia tinha chegado ao fim?
Porque eu colocava em você a expectativa de que seu abraço
Seria meu refugio pros dias ruins?
Que no momento são um dia pior que o outro.
Porque que eu achava que com um simples abraço eu poderia ter força,
Pra amanha continuar e melhorar?
Porque achava que você e a droga do seu abraço era a solução pra minha falta de emprego?
Ou a falta de empatia dos meus pais?
Porque eu achei que o beijo na testa que você sempre me dava
Mudaria o fato de eu esta lascada na faculdade!

Perder o amigo que você era,
Doeu mais do que perder o namorado,
O meu amante,
Descobrir que depois de tanto tempo você conseguiu seguir sem mim,
Ao ponto que minha presença ou meus problemas sejam insignificante pra você,
Fez perceber que lá no fundo eu esperei que um dia
Nos se encontrássemos novamente.
Fez-me vez que a cicatriz ainda não esta totalmente curada,
E que uma simples ligação e uma frase
Poderia inflamar ate ela sangra novamente,
Perder o amigo doeu mais, do que a noite em que eu perdi o MEU amante.

segunda-feira, 18 de março de 2019

A Despedida

Se encontramos de novo,
um dia eu estava Louca pra te ter novamente,
no outro eu te tenho,
só que dessa vez não foi como antes,
dessa vez o beijo não molhou minha calcinha,
eu não cheguei em êxtase só de você me conta,
êxtase nem uma vez, imagina chegar em três ou mais, como antigamente.
Foto retirada do tumblr


Dessa vez fosse diferente, como dois estranhos.
Você estava mais maduro, eu muito mais experiente,
eu tinha urgência de amar,
faz tempo que eu não ia pra cama com ninguém e era você,
o cara que me fez delira na minha primeira vez,
o mesmo que nem um homem conseguiu barra,
não me fez delira, eu finge, você percebeu,
era como se meu corpo estivesse com saudades,
mas não se encaixasse mais no seu,
foi estranha,apenas foi, quando terminou não teve mais aquele abraço real,
era mais artificial como fosse uma obrigação pra nos dois,
não teve beijo na testa, no rosto e o sorriso sincero,
era só um silêncio constrangedor,
era eu correndo e pegando a calcinha,
você me oferecendo água e pedindo a conta,
e o mas doloroso de tudo aquilo, e que antes a gente era furacão,
eu sai de lá prometi pra mim mesmo não falar com ninguém sobre isso,
pra quer dizer que eu tinha tido mas uma recaída com meu ex,
e que dessa vez depois de um ano teria sido diferente
o cara que eu insistir em gaba pra minhas amigas pela primeira vez não tinha me enlouquecido na cama,
você me deixou naquele canto, eu desci do carro
mas antes com olhar sincero eu te disse o "adeus"
aquele adeus que eu nunca consegui te dizer, eu disse,
e com sorriso sincero você me disse que só me queria bem,
eu e você sabíamos que aquela sim foi a despedida,
que depois de anos, que depois de eu muito esta na sua cama
e você na minha e depois que chegamos no êxtase a gente dizer que e a última vez,
e a última vez se repeti sempre, naquele carro, naquele canto,
sem dizer uma palavra nos sabíamos que o nosso amor tinha morrido,
que tinha sido maravilhoso quando estava aceso o fogo do amor,
mas que hoje só sobrou as cinzas, nós sabemos que sempre vamos lembra um do outro com carinho,
que sempre quando eu for comentar da minha primeira vez,
vou lembra e loucura,
que o dia 03 de fevereiro não será só marcado pelo aniversário do meu pai,
ou pelo dia do acidente,
e sim o dia que nos entregamos ao amor a ponto de eu voar por cima do carro, é,
acho que eu precisava dessa despedida
pra descobri que meu corpo esta pronto pra viver e conhece outra pessoa,
e que hoje ele não pertence a você,
mas que sou grata por toda vez que ele pertenceu.
Então adeus,
se alguma vez me ver cita teu nome vai ser com orgulho,
e com saudade de tudo que vivemos, que não volta,
e se volta não será e tivemos prova que nada será como antes.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Dia 22 de fevereiro

00:31 do dia 22 de fevereiro.
Foto retirada do Google

E eu já assistir duas comédia romântica daquelas bem clichês,
Que a protagonista leva um pé na bunda e passa um tempo sofrendo,
E quando ela ta melhor, o ex volta, e ela já é autossuficiente não precisa dele pra nada,
Já tomei um vinho inteiro,
Meu pai vai me mata quando acorda e ver que sua garrafa de vinho está vazia,
Vazia igual minha cama sem você no dia de hoje,
Vazia igual meu coração que está chorando,
Na minha playlist só esta tocando nossa música.
Eu estou sufocada e preciso escrever sobre eu, e você.
Peço desculpa, sei que já faz um tempo, e que agora você tem ela,
Peça desculpa pra ela por mim, nunca quis, e nem vou meter na história de vocês dois.

E que quando o relógio deu meia noite, e calendário mudou do dia 21 ao 22 de fevereiro,
As lembranças de nos dois vieram a tona tão forte que uma lagrima escorreu do meu rosto
E de repente começou a toca "última volta"
Eu odeio o destino, e a mania de toca as nossas músicas no momento errado.

Te deixei confuso? Eu sei!
Eu estou tentando entender também.
Estou voltando no tempo com meus pensamentos,
E me perguntando por que eu não lutei por você.
Lembra quando tudo acabou? Eu lembro!
E revivo essa história todo dia em meu pensamento,
Pra tentar entender aonde nós nos perdemos, 
Quando deixamos uma mentira destruir nós dois?
Aonde eu deixei me levar pelos outros, mesmo sabendo que tudo era mentira.
Porque eu achei que se eu voltasse a te assumir ira perder todas as pessoas que eu amava,
Se elas realmente me amasse iram entender.

Eu não lutei por você! 
E você me deu oportunidade de lutar, eu sei, fui covarde!
Era pra eu ter ido atras de você,
Sua a casa é o caminho que eu faço todo dia quando volto do trabalho,
Eu confesso que é na esperança de esbarrar com você.

Por que eu não implorei pelo seu amor,
Eu não devia ter te deixado ir,
Não devia ter deixado você se apaixonar por ela,
Era pra eu ter dito as palavras que estão engasgada na minha garganta:
"EU AINDA TE AMO, E SEMPRE TE AMEI!"
É, eu te perdi!
E hoje doí mais do que os outros dias.

Por isso resolvi escrever pra você,
Na esperança de que as lagrimas sequem,
Na esperança que o dia 22 de fevereiro, passe rápido.
Estou sendo fraca, é, eu sei, 
Não combina com a mulher forte que não se apaixona fácil,
E que é totalmente desapegada,
A mulher que eu tento manter desde do dia que você se apaixonou por ela,
A mulher que eu faço questão de mostra que superou para os nossos amigos,
A mulher que vira varias tequilas no bar, que rir, que dança em cima da mesa,
Mas aquela que também olha o celular dez vezes pra saber se você mandou alguma mensagem,
Ou se ao menos ligou, eu chego até discar seu número, mas desisto no primeiro toque.

Desculpa, eu não devia está te escrevendo,
Muito menos essa hora,
E que eu só estou me perguntando se você lembra que dia é hoje?
Se você ainda lembra de mim, nem que seja por um breve segundo.
Lembra?
Não, né!? Eu imaginei.

Você lembra dela,
Enquanto estou aqui fazendo o papel de boba,
Você deve esta com ela  dormindo nos seus braços, agora,
Ela deve ter gemido em seu ouvido, antes de pega no sono.
Vocês já usaram vendas? Gel? Spray? Já bebeu Skol Beats nela?
Eu prefiro a Beats invés de leite condensado.
Não sei porque to confessando isso,
Desculpa, meus pensamentos viajaram agora.

Eu sei que ela te fez esquecer de mim, de uma forma rápida, mas fez.
Eu sei que  é a calcinha dela que hoje molha com seus beijos
E que você não lembra que há dois anos você me fazia uma promessa,
A promessa do pra sempre, 
Que foi quebrada desde do dia que EU preferir acreditar numa mentira,
Mesmo sabendo a verdade,  você nunca me trairia.

É ela tinha razão:
Eu me arrependi de ter deixado você ir.
Eu me arrependi,
E quando me dei conta eu já tinha perdido o cara mas maravilhoso desse mundo,
E já era tarde.
Você deve ta assustado agora,
Não pelo fato de eu confessa está arrependida,
E sim, pela confissão de que eu e ela já conversamos.

Sim, eu já conversei com ela!
Garota até é legal,
Ela não tem culpa de nada, não tem porque eu odiar ela,
Se foi eu que perdi você.
E, não! Não, se assuste,
Eu não disse nada sobre a gente,
Eu entendi o lado dela
Quando ela veio me procura só estava com medo de te perder,
E foi ali que eu entendi que na verdade eu tinha perdido o jogo e deveria sair de cena. 

Enfim, sem prolongas,
Só queria te lembra que há dois anos
Você se ajoelhou no chão da minha faculdade
E prometeu cuida de mim,
E que há dois anos hoje você não ta aqui,
A cama ta vazia, a sua taça de vizinho também.
Não tem eu nos seus braços, nem cafuné até eu dormir,
Mas não se preocupe eu vou fica bem, afinal a escolha foi minha,
E você? Continue ai, acariciando os cabelos dela, amando ela.
Só tenho um último pedido caso, eu passe da conta hoje e acabar te ligando,
Não me atenda
Prefiro a rejeição, do que a frieza da sua voz.

Obrigada por me prometer proteção, e me deixar sozinha há exatamente dois anos!




NOS ACOMPANHES NAS REDES SOCIAIS:

Gostaram do textos chuchus?
Deixem seus comentários ou entrem contato conosco,
para sugestões, reclamações, elogio, e parceria.
domingo, 14 de outubro de 2018

Beijo de Molhar Calcinha


Hoje eu pensei em você, e o engraçado que como antes
minha calcinha molhou eu fiquei toda arrepiada
e sorrir mesmo que por um instante,
porque logo depois me obriguei a te odiar.
Odiar por me fazer sente saudades da boca e do corpo que hoje já não é mas meu,
Odiar porque mesmo que eu me perca em outra boca, outro corpo, é o seu meu favorito,
E o seu que quero, é o seu que comparo, e é o seu que me deixa molhada
a ponto de discar teu número para te ligar, mas não ligo.
Eu prefiro troca a calcinha do que me humilhar pra ter você só mais uma vez.
Uma única vez
Para me fazer sorrir com seus beijos em meus pescoço,
me fazer desfalecer com a tuas mãos em meu corpo
Me fazer gemer com sua boca em todas extensão da minha barriga
e me fazer um oceano com seus beijos em minha boca.
Você sempre será o meu beijo furacão
O beijo que arrepia o meu corpo, minha pele, minha alma, e meu coração
E mesmo que eu negue para o mundo e diga olhando no seus olhos que não te amo mais.
Eu estou apenas enganando a mim mesma.
Pois é o seu beijo que eu procuro em todas as bocas,
é seu rosto que eu quero acariciar
e nos teus braços que eu quero me afogar, me derreter, te amar.
E nós teus braços que eu quero dormir depois de matar a minha vontade
E é desse beijo que molha a minha calcinha que eu sinto a falta,
Mas é tarde, o beijo hoje não é mais meu, não é mas minha calcinha que molha por conta dele,
e eu não culpo, não julgo, nem a você, muito menos a dona da nova calcinha molhada.
afinal foi o meu orgulho bobo que falou mas alto,
foi meu orgulho que preferiu naquela briga troca a calcinha ao invés de se entregar,
E hoje é o mesmo orgulho que tenta em outro braços, bocas a calcinha molhar.



Nos Acompanhe Nas Redes Sociais