Bem Vindos ao meu Louco Mundo!

Bem Vindos ao meu Louco Mundo!
Olá, bom se você está chegando agora por aqui, lhe aconselho a sair,mas se você se quiser mergulhar em contos e crônicas de uma jovem dramática de apenas 18 anos, está no lugar certo! Jéssica é cheia de sonhos e desejos, e como uma boa escorpiana e teimosa, e cheia de romantismo, criou isso aqui para ser o seu único refúgio do mundo lá fora.

Seguidores

Facebook

Instagram

Colaboradora Jackeline Neves

Aquariana, 16 anos. Apaixonada pela vida. Personalidade forte, super determinada. Futura psicóloga. Sonho tenho muitos mas o maior deles é ajudar as pessoas com minha profissão.
terça-feira, 22 de abril de 2014

História ridícula de um amor,

Música no fone de ouvidos o mais alto possivel o frio na barriga e o aperto no coração, perai produção isso faz parte?
E tão engraçado como imagino todas história de amor, afinal todas as história de amor são ridículas, me imagino vivendo as histórias de amor da novelas, livros, das músicas, todos ridículos, afinal até eu sou ridícula.

O engraçado que ouço música mais melosa possível e esqueço o dia de amanhã, trancada no quarto escuro, so ouvindo música, me imaginando em história de amor, ai meu celular vibra e você? Como assim? Um fantasmas de anos atrás vindo me atormentar?

Tinha certeza que havia te esquecido até me da uma aperto no coração, um fogo dentro de mim, que aquece meu corpo e meu coração, e o frio na barriga, tenho medo de lê a mensagem depois de tanto tempo de um amor não correspondido, porque isso agora?

A música que começar tocar com um trecho que diz "Como corta pela raiz se ja deu flor? Como inventar um adeus se ja é amor?" Aquilo me assusta porque meu Deus? E o medo de abrir a mensagem, oque ta pra vim de uma história tão ridícula e estúpida de anos atrás, o aperto aumentar e começo nos imaginar.

Tomo coragem e na mensagem nada mais dizia -valeu, Jessica! Todo esse sofrimento, essa esperança pra nada? So pra ouvir você agradecendo da mensagem que te mandei em uma data comemorativa? Depois de dias me respondeu, com um valeu? Como fosse alguém qualquer ou brothers do futebol.

Mais sofrimento uma lágrima insiste em cair, e volto a história ridícula de novelas, filmes, músicas, livros, que nunca acontecem comigo.

Será que sou mais ridícula do que a história de amor ridícula, para não viver uma história ridícula de amor? Eu pensei que o amor vem a somar, e que eu ja tinha te tirado do meu coração, mais não foi assim, so fez mostra o quanto ainda sou ridícula por te amar, e você simplesmente me ignorar.

Queria tanto um vem me encontrar, ou até um oi!, boa noite viesse acalhar, mais não, me iludir como me iludo des do fundamental, o colégial e agora preste a entrar na faculdade, me iludir novamente,

Simples se viver as histórias ridículas de amor não correspondido, e o meu forte por te amar e ser desprezada, a cada amanhecer e anoitecer, foras as madrugadas frias, vivo a história ridícula de não ser amada e ficar ouvindo as músicas mais ridículas de amor, enquanto o mundo curte lá fora.

Mais a cada histórias de amor ridículas ou não, correspondida ou não, não seriam ridículas, se não fosse história de amor!

E eu não deixaria de ser uma girl tão ridícula se não te amasse!

O importante e amar, e viver o ridículos dos filmes, novelas, músicas, viver, o ridículo de amar, mesmo o amar individual, o amar ridículo o amor ridículo que contem nas belas histórias de amor.

0 comentários:

Postar um comentário

Muito obrigado por deixar seu comentário! beijinhosss!